FIFA 2011


Imagens do FIFA 2011

Imagens do FIFA 2011

Eis que surge o EA FIFA 2011, um game de futebol que tenta trazer o realismo para tela da sua TV ou computador. A qualidade da “torcida”, a jogabilidade e o realismo são melhorados nesta versão que merece atenção, pelo sucesso e do FIFA 2010.

A qualidade gráfica impressiona, cada vez mais os jogadores se parecem com um filme real, e eles alteraram o tempo do jogo, deixando mais lento e não parecendo um “game” comum, com os jogadores correndo feito loucos e mais parecendo um parque de diversão.

Outro ponto valorizado é a individualidade de cada jogador, cada vez mais eles querem deixar o jogador como ser único, ou seja, nada de jogadas e corridas iguais, cada um faz do jeito que é na vida real. É muito trabalhoso para os desenvolvedores, mas o jogo fica muito mais interessante.

Anexei no final deste artigo o texto da G1, que teve acesso exclusivo ao game e faz uma análise mais detalhada.

Boa opção de compra.

Imagens do FIFA 2011

Imagens do FIFA 2011

Via: G1

Passe profissional’ é um dos destaques do novo ‘Fifa 11′

Título trará atletas com comportamentos únicos.
Game chega às lojas no final do ano.

É possível que os games de futebol se tornem mais realisitas a cada ano? Para a produtora Electronic Arts, a resposta é sim. Anualmente, ela lança uma versão do game simulador de futebol “Fifa”, que sempre surpreende os fãs do gênero.

“Fifa 11”, que fez sua primeira aparição em público nesta Electronic Entertainment Expo (E3), pode não ser a mesma revolução que os seus antecessores, mas o game pega o que eles têm de melhor, recebe alguns ajustes importantes e algumas melhorias que os fãs pediram para tentar trazer o melhor do futebol aos gamers. Para conseguir ver o que mudou, o G1 conseguiu acesso ao jogo que é um dos destaques da Electronic Arts na E3.

A principal mudança está na velocidade do jogo. Para trazer partidas com um realismo maior, os produtores optaram por deixar o jogo mais cadenciado. Mas não pense que tudo ocorre em câmera lenta, a redução é suficiente para deixar os confrontos mais realistas. A mudança agrada pois, desse modo, o jogador consegue ter alguns instantes a mais para trabalhar uma jogada, visualizar o posicionamento dos jogadores em campo.

Outro quesito que os produtores conseguiram trabalhar foi tornar cada atleta presente no game em um ser único. Isto significa que dificilmente um atleta será parecido com o outro em termos de movimentação em campo, que é diretamente influenciada pelos atributos físicos e habilidades, e de aparência física. Isso significa que um atleta que tem um excelente domínio de bola correrá de um modo diferente de alguém que não tem a mesma qualidade técnica, tocando nela a todo o instante e movendo as pernas mais rapidamente. Isso impede que um zagueiro consiga roubar a bola com facilidade. Um jogador com menor qualidade técnica neste atributo apresenta uma movimentação de pernas mais lenta, facilitando o trabalho da defesa. Entretanto, sua deficiência neste quesito é compensada por ter mais qualidade em outros aspectos.

A EA quis que os atletas do game fossem únicos, com e sem a bola nos pés, como os do mundo real. Assim, cada um deles terá uma Inteligência Artificial que apresentará personalidades diferentes no game. Um jogador com um nível de motivação baixo não se esforçará mais quando o seu time estiver perdendo uma partida, do mesmo modo que tem um alto nível de motivação irá tentar de tudo para reverter uma situação negativa. Um exemplo claro é que Kaká consegue dar passes precisos, enquanto Rooney consegue segurar os zagueiros com o seu corpo para tentar marcar o gol e Iniesta consegue driblar com maior facilidade.

Ainda seguindo esta filosofia de jogadores únicos, em “Fifa 11” cada um terá uma barra de passe e de chute diferenciada. É um detalhe pequeno mas, de acordo com as habilidades, ela se encherá mais rapidamente ou mais lentamente, influenciando na criação de jogadas e no placar das partidas. Um recurso chamado de “Pro Passing”, ou passe profissional em tradução literal, faz com que o jogador possa dar passes perfeitos. Isso permite que quem receberá a bola consiga dominá-la mais rapidamente, dando sequência ao lance. Para isso, os produtores inseriram uma pequena marca na barra de força de passe que muda de posição dependendo da distancia do outro atleta. Acertar o ponto certo é muito mais fácil com atletas com um alto nível técnico.

Algumas novidades apresentadas em “2010 Fifa world cup”, o game oficial da Copa do Mundo, também da EA, estarão em “Fifa 11”, uma delas é a física e as partidas na altitude, que fazem os jogadores cansarem mais rapidamente e a bola correr mais rápido e ir mais alto em um chuto ao gol.

Visualmente, o titulo lembra muito “Fifa 10” com leves detalhes aprimorados em termos de aparência dos jogadores e dos estádios. A Electronic Arts prometeu revelar mais novidades do titulo nos meses de julho e de agosto, quando realizará eventos especiais para apresentar o título à imprensa especializada. No geral, mesmo não sendo uma revolução, “Fifa 11” agrada os fãs de futebol virtual e chega no final deste ano ao Playstation 3, ao Xbox 360, ao Wii e aos portáteis.

Será que você tem algo a dizer sobre este post? Porque não deixa um comentário e continuar a conversa, ou assinar o nosso feed e receber nossos artigos em seu leitor de feed/RSS.

Comentários

Ainda não há comentários.

Deixe um comentário

(obrigatório)

(obrigatório)